Psicoterapia Casal


É nos relacionamentos que nos transformamos. Todos os relacionamentos passam por períodos de crise e adversidades, mas enquanto alguns casais enfraquecem e se desintegram, outros sobrevivem e crescem fortalecidos. A diferença entre um e outro é a sua escolha, não individual, mas como casal. E isso exige investimento. Terapia de casal ou terapia conjugal é uma Psicoterapia em que ambos os parceiros participam, onde o foco está em sua interação e nas dificuldades específicas que estão vivendo. Trabalha-se para descobrir onde a relação está indo mal e procura-se meios para melhorar. Não existe fórmula mágica que irá “consertar” a relação. A Psicoterapia torna-se um espaço para o casal compreender melhor suas dificuldades e oportunidade de superá-las através de um diálogo profundo e verdadeiro.  Esse é o papel do Psicólogo(a), que ajuda os parceiros a identificarem os pontos de conflito dentro da relação e a encontrar quais as mudanças desejáveis, tanto no modo de se relacionar, quanto no âmbito individual. Nessa modalidade de terapia, dependendo das dificuldades enfrentadas, estão envolvidos e implicados elementos de mediação, elementos educacionais e de psicoterapia individual. O casal torna-se ciente de pontos de vista e modos de interagir e de se comunicar destrutivos para tentar modificá-los. O Psicólogo(a) não tem o objetivo de unir ou separar os casais. Isso quem decide é o próprio casal. O Psicólogo(a) é um facilitador que oferece as condições necessárias para que o casal possa encaminhar suas questões e tomar suas decisões de modo mais consciente. No que a terapia de casal pode ajudar?
  • Melhorar a comunicação consigo mesmo e entre o casal
  • Desconstruir e reconstruir suas histórias
  • Analisar e definir os padrões repetitivos comuns
  • Conscientizar e analisar a próprias escolhas
  • Negociar e equilibrar as diferenças individuais dentro da relação
  • Aprender a compartilhar responsabilidades dentro do relacionamento
  • Construir um diálogo amoroso entre o casal
  • Elaborar os conflitos relacionais
  • Entender e perceber as necessidades do outro
  • Melhorar a vida sexual
  • Melhorar a qualidade geral do relacionamento e a satisfação conjugal