Psicoterapia Adulto



A Psicoterapia se faz necessária quando... a pessoa percebe que alguma coisa consigo mesma ou em sua vida não está bem, quando não sabe ao certo o por quê ou mesmo quando conhece os motivos e não consegue melhorar, dar um passo adiante. A Psicoterapia também se faz necessária quando a pessoa já sente, tardiamente, os efeitos de vivências emocionais não resolvidas há muito tempo e que se mostram através dos sintomas.

O que significa procurar um(a) Psicólogo(a)? Procurar um(a) Psicólogo(a) revela o quanto uma pessoa é capaz de admitir para si própria que as coisas não vão bem. Procurar terapia é um sinal de maturidade de alguém disposto a enfrentar seus medos e aprender a lidar com suas dificuldades. É uma oportunidade para olhar de frente certos problemas e dificuldades, para aprender uma maneira mais satisfatória de lidar com eles, se fortalecer, desenvolver seus potenciais, se auto-conhecer. Com isso, a Psicoterapia é um espaço de atenção às dificuldades da vida e aos caminhos internos para solucioná-las. Fazer terapia é reservar um espaço e um tempo no seu dia para cuidar de você e de suas relações. É um investimento na sua qualidade de vida e no seu crescimento pessoal.

Portanto, diante de tudo aquilo que nos acontece, nos afeta, nos questiona e nos solicita um posicionamento, podemos tentar descobrir uma direção, alguma coisa que nos sustente no momento em que tudo parece ser frágil dentro de nós. O Psicólogo(a) pode ajudá-lo nessa descoberta interior, nessa arrumação de assuntos pendentes, de problemas que quer encaminhar, de dificuldades que você quer ultrapassar e de conflitos que deseja resolver. São momentos que pedem que a ajuda seja de um profissional. 

O que faz o Psicólogo(a)? Ele(a) acompanha, caminha lado-a-lado. O Psicólogo(a) não dá soluções, ele ajuda a encontrá-las, ele ajuda a tocar na solução, mobilizando na pessoa a capacidade de ir um pouco mais fundo dentro de si mesma, o que lhe dá condição de dar um passo adiante. O ponto básico de uma Psicoterapia é que o Psicoterapeuta não está ali para responder questões, mas para ajudar você a formular aquelas que permitirão enfrentar as dificuldades que a vida lhe coloca, fortalecendo sua capacidade de resposta aos antigos e novos desafios. O ganho importante para quem faz “terapia” é começar a se perceber melhor. A qualidade de vida depende desse relacionamento que temos conosco. Como agimos e reagimos diante do mundo é uma decorrência direta do nosso mundo interno. O ponto de partida da Psicoterapia é o ponto onde a pessoa se encontra.

Pessoas e grupos, em sua diversidade de demandas e de sintomas, podem se beneficiar de um processo de Psicoterapia. Por isso, não existe um único motivo para procurar um(a) psicólogo(a). Algumas buscam esse tipo de tratamento por enfrentarem um momento de crise (crises de transição das fases da vida como adolescência, maturidade, casamento, paternidade, maternidade, menopausa, aposentadoria, envelhecimento, separações, perdas de entes queridos, situações de stress pós-traumático) ou ainda por sintomas variados, tais como ansiedade sem causa definida, depressão, falta ou excesso de apetite, insônia, problemas de auto-estima, problemas de abuso de substâncias e dependência química, transtornos alimentares, transtorno obsessivo compulsivo, transtornos de ansiedade, síndrome do pânico, fobias, obesidade, anorexia, bulimia, transtornos psiquiátricos, esquizofrenia, hipocondria, problemas sexuais, doenças psicossomáticas, situação de doença psicologicamente difícil de lidar como infarto, câncer, HIV+, etc. 

Com isso, o espaço de Psicoterapia oferece para pessoas e grupos, uma escuta clínica especializada e atenta, voltada para o cuidado da pessoa nos mais diversos ciclos de sua vida.